Tudo sobre São Vicente em um único lugar – São Vicente Online

Encontre, avalie e compartilhe locais e empresas perto de você

Em quê você está interessado? Explore algumas das melhores dicas da cidade de São Vicente

Conheça nosso trabalho Descubra como o São Vicente Online pode ajudá-lo a encontrar tudo o que quiser.

Escolha o que fazer
À procura de um hotel acolhedor para ficar, um restaurante para comer, um museu para visitar ou um shopping para fazer compras?
Encontre o que você quer
Pesquisar e filtrar centenas de listas, ler comentários, explore fotos e encontrar o local perfeito.
Conheça novos locais
Não perca tempo, abra a mente e explores locais diferenciados e negócios inusitados. Isso é São Vicente, a primeira cidade do Brasil.

Últimas Notícias

  • Quase 200 mil veículos devem seguir à Baixada Santista durante o feriado em SP



    A Ecovias estima que 57 mil veículos terão a cidade de Santos, SP, como destino. Devido ao feriado de aniversário da capital paulista, a concessionária vai executar a 'Operação Descida' entre quinta e sexta-feira Ecovias/divulgação Pelo menos 190 mil veículos vão passar pelos pedágios do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) entre quinta-feira (24) e domingo (27), segundo estimativa da empresa que administra as rodovias. A movimentação se deve ao feriado do aniversário da cidade de São Paulo, na sexta-feira (25). De acordo com a Ecovias, desse total, 57 mil veículos devem ter como destino a cidade de Santos, no litoral paulista. A estimativa máxima é que 310 mil veículos se desloquem até a região, o que representa cerca de aproximadamente 900 mil turistas na Baixada Santista. A empresa vai executar, entre 16h de quinta-feira e 1h de sexta-feira, a Operação Descida (7x3), com repetição entre 7h e 14h no mesmo dia. Com isso, os veículos em direção ao litoral poderão utilizar as pistas sul e norte da Rodovia Anchieta, além da pista sul da Rodovia dos Imigrantes. Já para subir a serra, os condutores deverão seguir apenas pela pista norte da Imigrantes. O esquema especial será encerrado às 23h59 de domingo (27), ainda segundo informações da concessionária. Retorno A concessionária informou que o retorno à capital deve se intensificar na tarde de domingo, quando será ativada a Operação Subida (2x8), a partir das 12h. O acesso ao planalto será feito pelas duas pistas da Imigrantes e pela pista norte da Anchieta, e a descida da serra ocorrerá somente pela pista sul da Anchieta. A inversão de sentido das rodovias do SAI, durante as operações, ocorre apenas no trecho de serra, entre os km 40 e o km 55 da Via Anchieta, e do km 40 ao km 57 da Imigrantes.
  • Manifestantes pedem diminuição das tarifas dos ônibus em Santos: 'Absurdo'



    O protesto reuniu usuários do transporte coletivo na Praça dos Andradas, no Centro de Santos. Manifestação reuniu vários moradores da região que pedem redução da tarifa em Santos, SP Jonathan de Souza/Arquivo Pessoal Manifestantes se reuniram, na noite desta terça-feira (22), em Santos, no litoral de São Paulo, para protestar contra o aumento da tarifa dos ônibus municipais. O decreto que foi publicado no domingo (13) no Diário Oficial fez o preço das passagens subirem de R$ 4,05 para R$ 4,30. O protesto foi marcado por uma rede social e reuniu manifestantes das 18h às 22h na Praça dos Andradas, no Centro. Mesmo debaixo de chuva, jovens e adultos utilizaram faixas e cartazes para pedir um serviço de qualidade e preço justo para os transportes públicos da região. “Esse aumento na tarifa é uma profunda falta de sensibilidade. É priozirar o lucro da empresa responsável pelos ônibus e do poder público, em detrimento da imensa maioria da população que hoje ou está sem reajuste salarial ou está desempregada”, lamenta o professor de língua portuguesa Hamilton Moreira Junior, de 40 anos. Protesto aconteceu das 18h às 22h, na Praça dos Andradas, no Centro de Santos, SP Jonathan de Souza/Arquivo Pessoal O ajudante de cozinha, Jonathan Gomes de Souza, de 23 anos, utiliza o transporte público para trabalhar e estudar. O jovem considerou o aumento um "absurdo", porque, segundo ele, a qualidade dos ônibus não corresponde com o preço cobrado. “Quem é trabalhador utiliza o serviço público e os veículos não têm qualidade alguma, carros lotados e não tem nem ar condicionado. Não há conforto e a passagem fica mais cara. É um absurdo”, protesta. A prefeitura se manifestou por meio de nota e disse que o contrato de prestação do serviço de transporte coletivo convencional prevê reajuste anual. “Considerando não o índice de inflação, mas a planilha GEIPOT, o método tem como referência, para definição do valor da tarifa, os custos específicos do setor de transporte e a variação do volume de passageiros transportados. O sistema municipal santista registrou, no período avaliado, a queda no total de passageiros superior a 7,5%”. Além disso, a municipalidade também falou sobre a promessa de ter 100% da frota com ar condicionado. “Da frota operacional, de 273 coletivos, 75% já está equipada com ar-condicionado e o plano do governo municipal é atingir 100% até 2020”, informou. A Polícia Militar não registrou qualquer incidente durante a realização do protesto.