Tudo sobre São Vicente em um único lugar – São Vicente Online

Encontre, avalie e compartilhe locais e empresas perto de você

Em quê você está interessado? Explore algumas das melhores dicas da cidade de São Vicente

Conheça nosso trabalho Descubra como o São Vicente Online pode ajudá-lo a encontrar tudo o que quiser.

Escolha o que fazer
À procura de um hotel acolhedor para ficar, um restaurante para comer, um museu para visitar ou um shopping para fazer compras?
Encontre o que você quer
Pesquisar e filtrar centenas de listas, ler comentários, explore fotos e encontrar o local perfeito.
Conheça novos locais
Não perca tempo, abra a mente e explores locais diferenciados e negócios inusitados. Isso é São Vicente, a primeira cidade do Brasil.

Últimas Notícias

  • Amiga de menina de 11 anos estuprada por 14 em baile funk diz que ato foi filmado



    Promotoria da Infância e Juventude afirma que vítima sofreu hemorragia. Polícia Civil em Praia Grande, no litoral paulista, tenta identificar os envolvidos.  Caso de estupro foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande, SP Andressa Barboza/G1 Uma amiga da menina de 11 anos que foi estuprada por 14 homens durante um baile funk em Praia Grande, no litoral de São Paulo, afirma que a ação foi registrada em vídeo pelos autores do crime. A Promotoria da Infância e Juventude da cidade acompanha o caso, e a Polícia Civil tenta identificar os possíveis envolvidos. Conforme registros oficiais, a vítima estava com amigos em um baile funk no bairro Vila Mirim, quando foi estuprada pelo grupo. Com a ajuda de uma conhecida da família, ela foi encaminhada ao Pronto Socorro do Quietude, no domingo (22), onde os médicos da unidade constataram o abuso sexual e acionaram o Conselho Tutelar da cidade. Uma menina de 12 anos, amiga da vítima, foi uma das pessoas que a informaram sobre o ocorrido, pois ela não lembrava de nada. "Perguntei 'que história é essa de vídeo?', e ela disse que era dos 14 'caras'. Eu perguntei, e ela me disse que não queria falar", revelou, nesta segunda-feira (23). Foi a partir desse questionamento que a vítima disse à amiga que tinha mantido relações sexuais com 14 jovens. "Ela me pediu para não contar a ninguém, mas queria se abrir com alguém. Ela me contou que eles 'cataram' ela, eu perguntei por que ela tinha feito isso, e depois ela não quis falar mais nada". Após a notificação às autoridades, a menor foi retirada da guarda da mãe e está sob cuidados de uma equipe multidisciplinar em um abrigo da cidade. Para o promotor da Infância e Juventude, Carlos Cabral Cabrera, o acolhimento emergencial da vítima tornou-se necessário, para que se saiba o grau de vulnerabilidade da criança. "Ainda não sabemos exatamente o número de envolvidos. Ela revela que teria sido vítima de 14 meninos ou homens, e o relato é baseado na notícia de amigas, pois ela não se lembra do que aconteceu", afirma. Segundo Cabrera, a menina foi atendida no hospital em razão de uma hemorragia que havia sofrido. Nesta segunda-feira, equipes da Promotoria, do Conselho Tutelar e da Polícia Civil trabalharam para investigar as circunstâncias reais desse crime. "Pelo relato, tudo teria acontecido em um baile funk conhecido como Mandela. Estamos apurando para saber quando aconteceu e quem participou desse tipo de festa". O crime O estupro foi informado à Polícia Civil no domingo, por meio de uma conselheira tutelar acionada para atender a menor no PS do Quietude. A menina foi levada por uma vizinha e chegou à unidade com dores e, após exames, a médica de plantão constatou que a vítima havia tido relações sexuais recentes. De acordo com informações da polícia, após a constatação do estupro, a criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar, onde permanece sob a guarda do órgão. A mãe da menina foi procurada pelos conselheiros, mas, segundo informações da polícia, ela está internada em um hospital da cidade com problemas de saúde. Por meio de nota, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que a criança foi atendida no pronto socorro e encaminhada ao Serviço de Acolhimento do município, onde recebe os cuidados em relação à saúde e proteção. A administração municipal também prometeu ceder imagens de câmeras de monitoramento à Polícia Civil.
  • Governo Federal doa nova ambulância do Samu para Santos, SP



    Esta é a segunda doação feita ao município em 2018. Agora, cidade terá 15 ambulâncias em operação. Com doação, Santos passa a ter 15 ambulâncias em operação Rogério Bomfim/Prefeitura de Santos A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, ganhou na manhã desta segunda-feira (23) mais uma ambulância. Ela vai integrar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atuante no município, e é a segunda doada em 2018 pelo Governo Federal. Avaliado em R$ 176 mil, o veículo do tipo furgão já chegou totalmente caracterizado e equipado com GPS, câmera de ré, prancha rígida de imobilização, cone de sinalização, cilindro de oxigênio e mochila com materiais de primeiros socorros. A cerimônia de entrega aconteceu na manhã desta segunda-feira, na Central do Samu, no bairro Encruzilhada, e contou com a presença do deputado federal Marcelo Squassoni (PRB), além do secretário de Saúde de Santos, Fábio Ferraz. Neste ano, Santos recebeu a primeira doação em fevereiro. Somada à recebida no início desta semana, agora, o município terá 15 ambulâncias em operação no serviço de urgência e emergência. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é de, até o fim do ano, receber mais três ou cinco ambulâncias, de modo a obedecer as regras do Ministério da Saúde quanto à renovação da frota, que precisa ser de cinco em cinco anos. Os últimos veículos haviam sido entregues em 2013.