Tudo sobre São Vicente em um único lugar – São Vicente Online

Encontre, avalie e compartilhe locais e empresas perto de você

Em quê você está interessado? Explore algumas das melhores dicas da cidade de São Vicente

Conheça nosso trabalho Descubra como o São Vicente Online pode ajudá-lo a encontrar tudo o que quiser.

Escolha o que fazer
À procura de um hotel acolhedor para ficar, um restaurante para comer, um museu para visitar ou um shopping para fazer compras?
Encontre o que você quer
Pesquisar e filtrar centenas de listas, ler comentários, explore fotos e encontrar o local perfeito.
Conheça novos locais
Não perca tempo, abra a mente e explores locais diferenciados e negócios inusitados. Isso é São Vicente, a primeira cidade do Brasil.

Últimas Notícias

  • Cidades da Baixada Santista suspendem vacinação contra Covid de grávidas com comorbidades



    Anvisa divulgou um comunicado na noite desta segunda-feira (10) recomendando a suspensão da vacinação da AstraZeneca em grávidas. Agora, só podem ser aplicadas a Coronavac e a Pfizer nas gestantes. Doses da vacina do tipo AstraZeneca/Oxford Divulgação A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou, na noite desta segunda-feira (10), a suspensão imediata da aplicação da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz em grávidas. Diante disso, a maioria das cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, decidiu suspender a vacinação deste grupo. Veja abaixo a situação de cada município. A Prefeitura de Santos já anunciou a suspensão da vacinação contra a Covid-19 com o imunizante. O início da vacinação deste grupo estava marcado para começar nesta terça-feira (11). A suspensão acontece, segundo explicou o chefe do Departamento de Atenção Básica (Deab), Cristian Mark Weiser à TV Tribuna, porque o município não conta com doses suficientes do imunizante CoronaVac para atender às gestantes e aguarda o envio de novas remessas pelo Estado. A vacinação para os outros grupos prioritários, que inclui também as puérperas (mulheres que tiveram bebê nos últimos 45 dias) e pessoas com mais de 18 anos que tenham Síndrome de Down, pacientes em terapia renal substitutiva (diálise) e transplantados, continua no município em 23 policlínicas e em sete postos externos. Confira a programação. São Vicente A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), informou que o Plano Estadual de Imunização (PEI) contra COVID-19 decidiu suspender temporariamente a vacinação de gestantes com comorbidades. Segundo o município, novas orientações serão comunicadas após pareceres técnicos do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde e da Anvisa. Cubatão Em um comunicado, a Prefeitura de Cubatão anunciou que também suspendeu a vacinação contra a Covid-19 nas gestantes do município após a recomendação da Anvisa. A vacinação deste grupo teria início nesta terça. A vacinação acontece normalmente para os outros grupos contemplados. Itanhaém A Prefeitura de Itanhaém afirmou que ainda não há data prevista para o início da vacinação contra a Covid-19 nas gestantes, por conta da defasagem de doses recebidas pelo município. A cidade segue vacinando os idosos acima de 60 anos e as pessoas portadoras de síndrome de down. Guarujá A Prefeitura de Guarujá informou que está suspensa temporariamente a vacinação em grávidas e puérperas (mulheres em período pós-parto em até 45 dias). A vacinação para este grupo também iria começar nesta terça-feira. Até a última atualização desta reportagem, as demais cidades da Baixada Santista não se posicionaram sobre o assunto. Recomendação da Anvisa Anvisa recomenda suspender vacinação da AstraZeneca em grávidas A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou na noite desta segunda-feira (10) a suspensão imediata da aplicação da vacina contra Covid da AstraZeneca/Fiocruz em grávidas. A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a Coronavac e a Pfizer. O texto da nota emitida pela agência reguladora diz que a orientação é que "seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país". A Anvisa, no entanto, não relatou nenhum evento adverso ocorrido em grávidas no Brasil. O texto diz ainda que "o uso de vacinas em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios para a paciente". A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca, porém, não recomenda o uso da vacina sem orientação médica. A vacina AstraZeneca permite um distanciamento maior entre a primeira e a segunda injeção: três meses. Clique aqui e entenda qual a proteção da 1ª dose e qual o motivo do intervalo de três meses para a 2ª. VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1
  • Polícia Federal cumpre mandados em operação contra crimes financeiros de R$ 2,5 bilhões



    São cumpridos 15 ordens de prisão e 70 de busca e apreensão em dez cidades de quatro estados do Brasil. Objetivo do grupo era sustentar os integrantes em um padrão de vida 'cinematográfico'. Polícia Federal faz ação contra crimes financeiros em Campinas A Polícia Federal de Campinas (SP) deflagrou, na manhã desta terça-feira (11), uma operação contra crimes financeiros e lavagem de dinheiro que causaram um prejuízo de R$ 2,5 bilhões. O objetivo da organização, segundo a investigação, era sustentar os integrantes do grupo em "padrão cinematográfico" com a compra de veículos de luxo, imóveis, lancha e até patrocínio de esporte automobilístico. A ação é conjunta com a Receita Federal e Ministério Público Federal (MPF). Ao todo, são cumpridos 15 mandados de prisão e 70 de busca e apreensão em dez municípios de quatro estados do Brasil. Além disso, foi determinado o afastamento de um delegado da Polícia Federal do exercício do cargo. As ordens foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Campinas. Veja as cidades: Fortaleza (CE) Aquiraz (CE) Brasília (DF) Paraty (RJ) Guarujá (SP) São Paulo (SP) Campinas (SP) Valinhos (SP) Indaiatuba (SP) Sumaré (SP) Polícia Federal cumpre mandados em Campinas contra crimes financeiros Paulo Gonçalves/EPTV A operação recebeu o nome de Black Flag. Pelo menos 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da ação. Entre as medidas cumpridas nesta terça, está o bloqueio de contas e investimentos no valor de R$ 261 milhões, sequestro de bens imóveis e congelamento de transferências de bens móveis. Em Campinas, os mandados são cumpridos em escritórios, residências e até um SPA localizado no Cambuí, um dos bairros nobres da metrópole. Durante as buscas, um Porsche foi apreendido e levado à sede da PF na cidade. De acordo com a Polícia Federal, a investigação começou há dois anos e as fraudes foram descobertas a partir de ações da Receita, que verificou "movimentações financeiras suspeitas". Com a instauração do inquérito, a corporação descobriu "uma complexa rede de pessoas física e jurídicas fictícias" responsável por movimentar o valor bilionário em operações financeiras. Porsche foi apreendido durante a operação da PF nesta terça-feira em Campinas Johnny Inselsperger Para proteger o patrimônio, foram criadas empresas para assumir a propriedade de bens e blindar o grupo de eventuais ações fiscais. Os créditos já apurados pela Receita Federal ultrapassam R$ 150 milhões. A origem dos recursos que iniciaram o sistema de fraude é pública, considerando que a primeira companhia fictícia obteve um contrato com uma agência de fomento econômico estatal e outro com a Caixa Econômica Federal, no valor total de R$ 73 milhões. O nome da operação, Black Flag (bandeira preta, em inglês), é uma alusão ao término das atividades ilegais da organização através da ação da polícia, assim como acontece na desclassificação de corredores automobilísticos que descumprem regras do regulamento e recebem a bandeirada preta. A referência é porque parte dos recursos dos desvios financiava o esporte automobilístico dos principais investigados. Os envolvidos responderão pelos crimes de lavagem de dinheiro, crimes contra o sistema financeiro, crimes contra a ordem tributária, estelionato, falsidade ideológica e material e organização criminosa, de acordo com a PF. Spa no Cambuí também foi alvo da operação nesta terça-feira Johnny Inselsperger/EPTV VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região Veja mais notícias da região no G1 Campinas