• Jovem ganha prêmio de R$ 2 mil em SP e surpreende ao gastar tudo com comida para idosos



    Guilherme usou o valor para alimentar os moradores da Associação Lar de Amparo Vovó Walquiria. O jovem (à esquerda) conta que já tinha o pensamento de doar o prêmio, caso conseguisse vencer Arquivo pessoal Um jovem de 22 anos que ganhou um prêmio de cerca de R$ 2 mil ao criar uma horta sustentável em um projeto em São Vicente, no litoral de São Paulo, resolveu destinar todo o valor conquistado para a compra de alimentos para idosos que moram em uma associação da cidade. A história de Guilherme Almeida Ramos com a Associação Lar de Amparo Vovó Walquiria começou em 2020, com a intenção de fazer um projeto voluntário. O jovem escoteiro criou na instituição a horta, que foi vencedora do projeto Comunidade em Ação. O jovem conta que quando se inscreveu não tinha esperanças de vencer. Mas, caso isso acontecesse, pensava em doar o prêmio. "Já tinha vontade de fazer essa doação à associação que sempre passou por necessidades. Ao longo do projeto, vi que o lugar precisava de ajuda, muito além da horta.” Ele ganhou o prêmio em novembro de 2021, mas a doação só foi realizada recentemente, porque o jovem não conseguir conciliar os horários pessoais, do trabalho, da faculdade e o voluntariado com o da associação. Paralisação Devido à pandemia da covid-19, Guilherme precisou parar com o projeto temporariamente para não colocar os idosos em risco. Em maio de 2021, ele conseguiu retornar com o projeto seguindo os protocolos de segurança. "Conversei com a responsável e ela aceitou a volta. Daí para frente, fomos lá com os jovens Escoteiros Pioneiros (com idades de 18 a 21 anos) de dois clãs, do 234º Grupo Escoteiro do Ar de São Vicente e do 13º Grupo Escoteiro do Mar Almirante Barroso, e conseguimos concluir o projeto com êxito”, relata. O Movimento Escoteiro, do qual Guilherme faz parte, abre a possibilidade para muitas conquistas. A maior delas são os ‘Escoteiros do Mundo’, onde a criança ou jovem pode ter reconhecimento mundial. Existem etapas para que o escoteiro consiga essa insígnia. Foi pensando nela que ele criou o projeto. Guilherme se orgulha de ter vencido o prêmio do Comunidade em Ação e fala sobre vontade de ajudar quem precisa Arquivo pessoal Guilherme faz parte do movimento desde os nove anos e herdou o dom do voluntariado de seu pai, que também era escoteiro. "Somos incentivados a fazer uma boa ação todos os dias. Sempre gostei de ajudar e fazer o bem à sociedade. Fui incentivado pelos meus pais que me apoiaram em tudo", diz. Guilherme se orgulha de ter vencido o prêmio e fala sobre vontade de ajudar. "Acredito que, se eu tiver a oportunidade, eu vou com o sorriso no rosto. O dinheiro do prêmio foi revertido às necessidades que o Lar estava mais precisando". Ele lembra que sempre existem pessoas que precisam mais do que ele. "Pode não fazer diferença para mim, mas para os idosos que estão lá, nessa situação (de vulnerabilidade), pode ser um grande diferencial. Precisamos de mais gente no mundo com esse pensamento, contribuindo para um mundo melhor. É ajudar ao próximo sem ter algo em troca”, finaliza. VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos
  • Casal tenta recuperar caiaque e motor elétrico após caírem em golpe em site de vendas: 'tristeza muito grande'



    Além de perder os objetos, eles tiveram que pagar uma porcentagem da suposta venda. Casal tenta recuperar caiaque através das redes sociais Arquivo Pessoal Um casal de Santos, no litoral de São Paulo, caiu em um golpe após anunciar um caiaque e um motor elétrico nas redes sociais. Eles passaram dados bancários e fizeram um PIX no valor R$ 480 para uma suposta funcionária de um site de vendas. Depois de enviar os objetos, o casal não recebeu o pagamento. A mulher de 36 anos, que preferiu não ser identificada, conta que o casal anunciou a venda dos itens nas redes sociais, em um site e em grupos de um aplicativo de mensagens. Um homem entrou em contato e demonstrou interesse nos objetos, mas pediu para que a compra fosse efetuada por um site onde ele poderia dividir o valor em parcelas. Ela conta que criou o anúncio no site, como tinha pedido o homem interessado. O marido dela enviou o link para o comprador, que disse que o site pedia, por segurança, o e-mail do vendedor para a compra fosse confirmada. Nessa hora, o casal recebeu uma mensagem de uma suposta funcionária deste site de vendas. Ela pediu que o casal pausasse o anúncio no site, para que duas pessoas não comprasse o mesmo produto. "Ainda pedi ajuda para a 'funcionária' pois eu não estava conseguindo achar onde ficava essa função de pausar o anúncio", conta a vítima. A suposta funcionária solicitou dados bancários, endereço e documentos do casal. A mulher, dona dos objetos, chegou a passar informações de até duas contas bancárias. A suposta funcionária também disse que seria necessário um vídeo do produto sendo entregue ao carreto e que, após isso, o dinheiro seria liberado em algumas horas. Logo em seguida, o comprador disse ao dono dos objetos que já tinha contratado um carreto para buscar o caiaque e o motor elétrico. Eles enviaram o vídeo do produto e receberam um e-mail da classificação do comprador. A funcionária solicitou os dados bancários, desta vez, para que o valor fosse depositado. Ela ainda pediu um PIX com 10% do valor da venda, que foi o total de R$ 6 mil. "Questionei a 'funcionária' e ela me disse que era como trabalhavam e que essa informação estava na plataforma. Relutei, disse que não. Ela disse que o valor da compra só seria liberado após a realização do PIX com a porcentagem. Me falou que conseguiu 8%. Então, eu fiz", afirmou. O dinheiro não entrou na conta. Após passar o horário estipulado, eles perceberam que haviam caído em um golpe. O casal foi até uma delegacia registrar o boletim de ocorrência. O casal foi orientado a entrar em contato com o site de vendas. A empresa confirmou que não havia sido efetuada nenhuma venda. Em busca de informações Após perceberem que cairam em um golpe, o casal decidiu ir para o endereço do suposto comprador, em busca de informações. "O local que foi deixado o caiaque é lá na Vila Nancy [em São Paulo]. Então, fomos nas casas ao redor e pedimos ajuda com captura de câmeras". O casal conseguiu algumas imagens com um comércio. No vídeo, aparece o caiaque chegando no carreto, mas as câmeras não alcançaram o local onde ele foi entregue. A vítima acrescenta que o motorista do carreto está colaborando com informações. "O local que foi fornecido para entrega do caiaque é apenas um ponto de referência que os bandidos deram, pois o 'comprador ' estava do lado de fora da casa esperando pelo produto", contou. Tristeza Ao g1, a mulher disse que o marido trabalhou meses sem pausa e fazendo hora extra para comprar o caiaque e o motor elétrico. Entretanto, ambos estavam desempregados e precisaram vender os objetos para pagar as contas. Ela acrescenta o marido até mandou um 'mimo' para o comprador. "Ele mandou um terço dentro do caiaque para que pudesse abençoar nas pescas dele [comprador]", disse. De acordo com ela, desapegar e comprar itens em redes sociais e site de vendas era algo recorrente. Ela conta que nunca teve nenhum problema e não achou que iria cair em um golpe. "Estamos ainda em choque com tudo que aconteceu, uma tristeza muito grande. Me sinto tão culpada por esse acontecimento. Eu que fiz todo o procedimento, me sinto tão triste, pois foi algo que ele batalhou tanto para conseguir e simplesmente fomos roubados". VÍDEOS: g1 em minuto Santos
  • Santos começa aplicar 4ª dose da vacina contra Covid para maiores de 30 anos na segunda-feira



    É necessário ter cumprido o intervalo de 122 dias (4 meses) em relação à dose anterior. Santos começa aplicar 4ª dose da vacina contra Covid-19 para maiores de 30 anos na segunda-feira Prefeitura de Santos A Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, começa aplicar 4ª dose da vacina contra Covid-19 para maiores de 30 anos na segunda-feira (15). É necessário ter cumprido o intervalo de 122 dias (4 meses) em relação à dose anterior. De acordo com a prefeitura, a vacina é oferecida nas policlínicas, de segunda a sexta, das 8h às 16h (exceto Ponta da Praia). Aos sábados e domingos, das 9h às 15h30, em postos anunciados às sextas-feiras nos canais oficiais da prefeitura. As policlínicas aplicam ainda doses contra a gripe, além de realizar as campanhas contra a poliomielite e multivacinação, de atualização da carteira vacinal. Qualquer pessoa, a partir dos 4 anos, pode tomar a vacina contra a Covid-19 e, no mesmo dia, imunizar-se contra as demais doenças. Documentação Para ter acesso à vacina contra a Covid-19, é necessário apresentar documento com foto, CPF e comprovante de residência em Santos. No caso dos que já iniciaram o esquema vacinal, é importante levar a carteira com a dose anterior anotada. Pessoas imunossuprimidas devem apresentar laudo que comprove a sua condição e os trabalhadores da saúde, documento que mostre vínculo ativo com serviço de saúde ou a carteira do conselho de classe. Para as campanhas contra a poliomielite e multivacinação, deve-se apresentar a caderneta de vacinação onde constam as vacinas de rotina. VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias
  • Colchonete e pedra de 40 kg são retirados de rede de drenagem em Santos, SP



    Objetos bloqueavam o sistema responsável por escoar as águas da chuva e pluviais da cidade. Colchonete é retirado de rede de drenagem de Santos, SP, nesta sexta-feira (12). Na mesma semana, uma pedra de 40 kg também foi encontrada. Divulgação/Prefeitura de Santos Um colchonete foi retirado da rede de drenagem de Santos, no litoral de São Paulo. Nesta semana, também foi encontrada uma pedra de cerca de 40kg, que também bloqueava o sistema responsável por escoar as águas da chuva e pluviais da cidade. Segundo a prefeitura, até o momento, 14 toneladas de sedimentos retidos foram recolhidos nesta semana. De acordo com a equipe que realiza a limpeza da rede de drenagem, o colchonete tinha aproximadamente 1 metro de comprimento e 50 cm de largura e estava divido em três partes. Ele bloqueava um bueiro da Rua República do Peru, na Ponta da Praia, e foi encontrado nesta sexta-feira (12). O colchonete foi encontrado na manhã de sexta-feira (12) bloqueando um bueiro de Santos, no litoral de SP. Divulgação/ Prefeitura Municipal de Santos Uma pedra de aproximadamente 40 kg também foi retirada de um bueiro na Rua Laurindo Chaves, no bairro Castelo, na última quinta-feira (11). O objeto foi interceptado por uma manilha, um tubo de concreto que capta e transporta esgotos sanitários e pluviais, que ficou totalmente danificado. Segundo a prefeitura, foi necessário o uso de cordas para retirar a pedra do tubo. Já neste sábado (13), quatro equipes de limpeza da rede de drenagem atuam na extensão da Rua Alberto Schwedtzer, na Alemoa Industrial. A pedra de cerca de 40 kg foi encontrada na quinta-feira (11) bloqueando um bueiro de Santos, no litoral de SP. Divulgação/ Prefeitura Municipal de Santos VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias
  • Bertioga aplica a 4ª dose da vacina contra a Covid-19 em maiores de 30 anos



    Ação acontece em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Estratégias Saúde da Família (ESFs), das 9h às 16h. Bertioga aplica a 4ª dose da vacina contra a Covid-19 em maiores de 30 anos Prefeitura de Bertioga A Prefeitura de Bertioga, no litoral de São Paulo, começou a aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19 para as pessoas acima de 30 anos que receberam o primeiro reforço há mais de quatro meses. A ação acontece em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Estratégias Saúde da Família (ESFs). As pessoas que fazem parte do público-alvo devem comparecer às unidades portando um documento original com foto, comprovante de residência no município e carteira de vacinação. As aplicações ocorrem de segunda a sexta-feira, exceto em feriados e pontos facultativos, das 9h às 16h. Confira os locais de vacinação: UBS Mirosam – Rua São Gonçalo, s/n, Chácaras; ESF Boraceia – Rua Vereador Geraldo Rodrigues Montemor, s/nº; ESF Guaratuba – Rua Aprovada 863, n°110; UBS Indaiá – Rua São Francisco do Sul, s/nº; UBS Central – Rua Alberto Augusto de Andrade (antiga Rua 14), s/nº, Maitinga; UBS Vicente de Carvalho – Rua Epiphânio Baptista, 637, Jardim Vicente de Carvalho. VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias